background

Notícias Contábeis

Fique por dentro das novidades da área contábil.

03/05/2021 IR 2021: a menos de um mês do prazo final, Receita recebe 17 milhões de declarações

Estamos a pouco menos de um mês para o final do prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2021, ano-base 2020. O prazo tanto para a entrega quanto para o pagamento da primeira cota (no caso de quem tem que acertar contas com o Leão) foi estendido pela Receita Federal para 31 de maio, por causa da pandemia.

Nesta segunda-feira (2), a Receita divulgou que recebeu, até as 11 horas de hoje, 17.217.336  declarações do IRPF. Desse total,  54. 678 foram entregues com certificado digital. A expectativa do leão é receber, neste ano, cerca de 32 milhões de declarações.

Lembrando que o sistema de recepção de declarações da Receita funciona 20 horas por dia. Fica indisponível somente na madrugada, entre 1 hora e 5 horas. No site do órgão, há conjunto de informações completas sobre como preencher corretamente o documento, além das regras sobre o que pode ser utilizado como deduções. 

O fisco reforça que, quanto antes entregar a declaração, mais rápido o contribuinte receberá a restituição. Estando obrigado à apresentação da declaração e não fazendo no prazo previsto estará sujeito a multa. 

O prazo para entrega da documentação, já prorrogado pela Receita, poderá receber uma nova extensão para 31 de julho. Isso porque, um projeto de lei que joga o limite para preenchimento da declaração para o próximo semestre está parado na Câmara dos Deputados. O texto precisa andar nas próximas semanas para não perder a validação.

Receita libera nova versão do PGD

Para quem precisa fazer a declaração, o fisco liberou uma nova versão do Programa do Imposto de Renda (PGD/IRPF 2021) em seu site, com a versão 1.3, que já emite os DARF com os novos vencimentos.  

Contudo, o fisco ressalta que o DARF anteriormente emitido com vencimento em 30 de abril pode ser pago até 31 de maio, sem acréscimos de qualquer espécie. Ou seja, se o contribuinte emitiu o DARF do imposto de renda 2021 com vencimento conforme a primeira data limite fixada pela Receita para entrega da documentação, que era para este mês, o pagamento poderá ser realizado até 31 do próximo mês sem necessidade de reimpressão e sem nenhuma correção. 

Leia mais em: IRPF 2021: Receita libera nova versão do programa gerador da declaração

A declaração do IR neste ano é obrigatória para todo brasileiro que ganhou, em 2020, rendimentos tributáveis maiores que R$ 28.559,70. O atraso na entrega gera multa de 1% ao mês sobre o imposto devido. O valor mínimo a ser pago por quem atrasa é R$ 165,74, e o máximo é de 20% sobre o imposto devido.

Sobre o auxílio emergencial, nem todos os beneficiários do ano passado são obrigados a declarar. Só precisam prestar contas à Receita quem foi beneficiado pelo auxílio e ultrapassou ao longo de 2020 o piso de rendimentos tributáveis de R$ 22.847,76. A Receita afirma que, para essa faixa da população, o valor deverá ser devolvido aos cofres públicos.

VOLTAR