background

Notícias Contábeis

Fique por dentro das novidades da área contábil.

19/11/2020 13º salário: sem redução, empresas não conseguirão pagar benefício, diz Abrasel

A decisão do Ministério da Economia de garantir pagamento integral do 13º aos trabalhadores que tiveram redução de jornada e/ou salários deixou os empresários do setor de bares e restaurantes indignados.

A portaria foi publicada no fim da noite desta terça-feira e repercutiu em vários segmentos de negócios durante o dia. O pagamento da primeira parcela do 13º deve ser feito na próxima semana.

“O governo soltar esta decisão a uma semana do pagamento da primeira parcela nos deixou indignados. No nosso setor, pelo menos metade das empresas ainda amarga prejuízos, a maioria ficou fechada por 7, 8 meses, ninguém conseguiu fazer caixa para agora dar conta de pagar o 13º integral”, disse Solmucci, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Solmucci conta que cerca de 30% dos estabelecimentos em todo país já fecharam as portas, quase 300 mil de 1 milhão de empresas. O setor perdeu 1,2 milhão de postos de trabalho dos 6 milhões mantidos até a pandemia.

“Nós estamos conversando com governo há 3 meses sobre isso. E a solução, que não é uma solução, chega só agora e perto da data de pagamento, o que chega a ser desrespeitoso. Esta é uma conta que a sociedade deve ajudar a pagar. Os trabalhadores do nosso setor já pagaram caríssimo até agora perdendo salários e seus empregos”, diz o executivo.

O presidente da Abrasel afirmou que vai continuar pedindo ao governo para encontrar uma outra saída para evitar que muitas empresas acabem no tribunal.

“A judicialização vai acontecer porque se não tem como pagar, não paga. Vamos parar no tribunal se não conseguimos sensibilizar a sociedade e o governo para encontrar outra saída”, lamenta.

Fonte: CNN

VOLTAR